REPUBLICA DE ANGOLA

                                   

 

Angola é um país Africano situado na costa ocidental do continente africano, na chamada África Austral, entre os paralelos 4° 22’ e 24° 05’, na costa do Atlântico. O clima é caracterizado como tropical e subtropical - semi-tropical -. Constitui-se predominantemente de planaltos variando de 1000 a 3000 metros de altitude e de uma faixa litorânea de baixa altitude. A precipitação é maior ao Centro, Leste e Norte do país, variando de 1000 a 1500 mm e ocorre de outubro a maio, nas regiões de planaltos. Na faixa litorânea, a precipitação decresce de 800 mm/ano ao Norte  Possui sete grandes bacias e dois grupos de pequenas bacias hidrográficas no litora.

            A vegetação era constituída originalmente de florestas densas, florestas abertas, savanas, shanas e um pequeno deserto no litoral sul. Os solos variam de arenoso a argiloso com predominância de solos profundos, e grande percentagem com acentuada baixa fertilidade.

            A atividade agrícola é a base sócio-econômica do país. Cerca de 60-75% da população pratica e depende da atividade agropecuária, com ênfase na produção de alimentos básicos vegetais e em menor escala leite e carne. A população é composta maioritariamente por pessoas com baixo grau de instrução; sendo cerca de 70% analfabetas. O nível tecnológico é muito baixo, agravado pelo longo período em guerra que teve o seu fim em 2002.

            Portanto, a economia rural está descapitalizada e com muito pouco apoio creditício. As infraestruturas danificadas durante a guerra, inclusive os perímetros irrigados começam a ser reabilitados. E as  potencialidades de irrigação para pequeno e médio produtor e empresarial estão subutilizadas. A produção agrícola, embora em recuperação ainda continua muito abaixo do seu real potencial, há carência de tecnologia e sustentabilidade dos seus sistemas de produção e as respectivas cadeias de valores.

            Existe a necessidade do governo implementar política agrícola adequada, apoiar o suprimento de técnicas, dinamizar programas de treinamento, e melhorar a articulação interna e externa dos órgãos públicos com o sistema agrário. Há também falta de estudo do impacto da agricultura no meio ambiente.

            A produção de alimentos primários que antes da guerra era de quase auto-suficiência, hoje, necessita urgentemente de ações da sociedade e órgãos governamentais para sua recuperação.

            O Ministério da Agricultura (MINAGRI) é a organização que se ocupa da dinamização da produção agro pecuária em Angola e são seus principais colaboradores os órgãos administrativos, Direcções Nacionais assim como os Institutos públicos afectos, tais como o Instituto de Investigação Agronómica, o Instituto de Desenvolvimento Florestal, O instituto de Desenvolvimento Rural, O Instituto de Investigação Veterinária e o Instituto dos Cereais.